6ª Rodada da Premier League

Depois de seis rodadas da Premier League, uma coisa é certa, os times de Manchester dominam o campeonato. Invictos, City e United sobram com times bem armados e goleadas que animam os torcedores para essa temporada. Cada um a sua maneira, o City tem um jogo bem pautado no poderoso ataque e o United se preocupa mais com a defesa, caracteristica gritante de cada comandante de suas respectivas equipes.

Começamos então pela cidade bucólica e quase depressiva, Manchester para falar do time do vocalista da banda Oasis. A equipe comandanda por Pep Gardiola segue como líder depois de mais uma goleada, 5 a 0, sobre o lanterna Crystal Palace e mostra a sua força no ataque, mesmo sem Gabriel Jesus ter participado do jogo. Raheem Sterling (duas vezes), Leroy Sané, Sergio Agüero e Fabian Delph fizeram os gols do confronto.

O argentino (que não sou eu), em breve pode fazer história, Ele chegou aos 176 gols pelo clube e está a um de igualar Eric Brook, que defendeu o time entre 1928 e 1939 e é o maior artilheiro dos Citizens. Mesmo com o time voando e alcançando a marca de seis vitórias seguidas, Guardiola está preocupado com a maratona de jogos e criticou a Copa da Liga Inglesa afirmando que é um desperdício de energia a disputa da competição.

Destaque para os dois golaços da partida, o primeiro com o Sané e o último com Delph, lá onde a capirava… ops, a coruja dorme.

Do outro lado da cidade, o maior vencedor da Premier League se empolga com o bom futebol e a possibilidade de conquistar um título que não vem desde a temporada 12-13. Fora de casa e com o artilheiro Lukaku, o time de Mourinho venceu mas uma e está em segundo pelo saldo de gols. Até agora, Lukaku disputou 8 jogos pelos Red Devils, com 8 gols e 1 assistência. Na Premier League, são 6 gols em 6 partidas, recorde de um jogador pelo United, igualando a marca de Louis Saha em 2003-2004.

Manchester United’s Belgian striker Romelu Lukaku gestures on the pitch after the English Premier League football match between Southampton and Manchester United at St Mary’s Stadium in Southampton, southern England on September 23, 2017.
Manchester United won the game 1-0. / AFP PHOTO / Glyn KIRK / RESTRICTED TO EDITORIAL USE. No use with unauthorized audio, video, data, fixture lists, club/league logos or ‘live’ services. Online in-match use limited to 75 images, no video emulation. No use in betting, games or single club/league/player publications. / (Photo credit should read GLYN KIRK/AFP/Getty Images)

O jogo ficou em segundo plano depois da polêmica da semana envolvendo o jogador.Tudo começou na terça-feira, quando o grupo anti-discriminação Kick It Out denunciou torcedores do clube por cantarem uma música “ofensiva” sobre o atacante.

A música é uma paródia do clássico “Made of Stone”, da banda inglesa Stone Roses. Na letra, os torcedores brincam dizendo que o belga tem um “pênis de 24 polegadas”, o que daria 60cm. A Kick It Out a considerou “discriminatória” e “racista” e pediu que fosse barrada. O Manchester United concordou.

 

Na sexta-feira, o próprio Lukaku falou: “O apoio dos fãs tem sido maravilhoso desde que cheguei ao Manchester United. Os torcedores tiveram boas intenções com suas músicas, mas precisamos parar e seguir em frente, todos juntos. Tem de haver respeito.” Com mais um gol do atacante o United viu seu pedido ignorado e ouviu a música da polêmica ser cantada mais uma vez. E teve mais. Depois do “hino”, os torcedores emendaram um “We’re Man United, we sing what we want“, “Nós somos Man United, cantamos o que quisermos. Com ou sem música, o fato é que os US$ 97 milhões investidos pelo United, seguem valendo a pena, já que o retorno está sendo certo em gols e boas partidas.

Na terceira colocação e mostrando uma boa evolução nas partidas o Chelsea chega para defender o título e um time mais coletivo treinado por Antonio Conte. Com a saída de Diego Costa e a chegada de Morata, muitos, inclusive eu, olharam com desconfiança para a principal peça de reposição do time para a temporada. Mas não é que está dando certo! Em seis jogos, foram seis gols e duas assistências. Contra o Stoke City, fora de casa, o atacante marcou 3 da vitória por 4 a 0 dos Blues.

O time não deu chances para o adversário e emplacou uma boa vitória que deixa o time na cola de City e United, apenas 3 pontos, mas um saldo bem menor. Curiosidade do jogo foi a torcida presentear Morata com uma música, o que já mostra o tamanho do jogador para os torcedores. “Álvaro, Álvaro, he comes from sunny Spain, he’s better than Harry Kane.” (Álvaro, Álvaro, ele vem da Espanha ensolarada, ele é melhor que o Harry Kane).

O técnico Conte também falou sobre o jogador: “Álvaro jogou muito bem e marcou três gols. Isso para um atacante é muito importante. No meio da semana, contra o Nottingham Forest, o mesmo aconteceu o o Batshuayi. Isso significa que criamos chances para os nossos atacantes concluírem”. Assim o Chelsea mostra que tem bola para encarar os poderosos de Manchester e o primeiro embate será na próxima rodada contra o City.

Na quarta posição vem o Tottenham que depois de alguns vacilos venceu fora de casa, sofrendo, mas passou pelo West Ham por 3 a 2 e agora está com 5 pontos atrás dos lideres. Mas o time quase deu mole como fez em partida anteriores, o que preocupa os torcedores. Um gol de Chicharito colocou fogo na partida do meio para o final e a pressão do time da casa quase resulta em um empate que seria muito ruim para a pretensão de lutar pelo título.

Foto Reuters

Mesmo que no início da Premier, o time só jogará fora de casa, já que seu estádio passa por reformas e Wembley não é visto com bons olhos pelos fanáticos seguidores do time de Londres. Segue para esperar para ver até onde Kane pode levar esse time. Nessa rodada ele marcou dois, mas não acredito que ele manterá essa pegada e continuará rsolvendo todas as partidas. O time segue bem armado, mas os vacilos individuais ainda prejudicam a equipe.

O Liverpool vem logo atrás tentando uma corrida de recuperação depois de tropeços e cair na tabela. Fora de casa, o time de Klopp se vingou da eliminação do meio de semana da Liga Inglesa e venceu por 3 a 2 com show de Coutinho. O brasileiro comandou a equipe com gol, assistência e até uma bela caneta. Philippe Coutinho segue calando a boca dos que torceram o nariz para ele depois da polêmica da possível saída do atleta para o Barcelona, o que acabou não se concretizando.

Foi o primeiro gol dele depois da sua volta das supostas dores nas costas que tiraram o jogador de alguns jogos, menos das partidas da seleção brasileira, o famoso migué. Vamos esperar pelos próximos capítulos e ver a evolução desse time que até iniciou bem sem o Coutinho, mas caiu por erros bobos de posicionamento.

Para encerrar vamos falar do Watford, que venceu bem o Swansea City, também fora de casa, por 2 a 1 e está no sexto lugar fechando a zona de classificação para as disputas europeias da próxima temporada, por isso deixo o Arsenal de fora que está na décima segunda posição e mesmo se vencer hoje não ultrapassa o Watford.

Treta: De acordo com apuração do jornal AS, o Arsenal ofereceu um novo contrato ao alemão Ozil, mas o armador “andou” para a proposta. O novo vínculo com os Gunners foi recusado porque Ozil foi convidado por José Mourinho para ir para o Manchester United, e já teria dado até sua palavra de que irá para os Red Devils na próxima janela de transferências. Como a fase do Arsenal é péssima e nenhuma possibilidade de melhoras é vista pelos críticos e seus torcedores, Mourinho seduziu o jogador com o qual tem boa relação.

Treta 2: Eu já falei do Lukaku? Acho que sim…

Treta 3: Morata e mesmo melhor que o Kane? Ou segue a máxima no estilo Obina é melhor que o Eto`o?

Fique atento: Na próxima rodada, um jogaço!!! Chalsea e City, no Stamford Brigde!

Palpite: Acredito na vitória do Chelsea, mas só se o Bakayoko jogar aquilo que se espera dele.

Palpite 2: Huddersfield Town vai segurar o empate contra o Tottenham.

Por Argentino Duarte

Um comentário em “6ª Rodada da Premier League

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.