Premier League – Caiu o invicto

Mais uma rodada se passou e temos finalmente novidades quase chocantes. O fim de semana movimentado no noticiário e em campo lá na Ingraterra. Brigas, movimentação no mercado da bola, saídas de jogadores e ótimos jogos fizeram parte de mais uma rodada da Premier League.

Depois eu falo do clássico da rodada com a derrota do City, primeiro momento chocante da fim de semana de futebol na terra da rainha.

Começamos com a briga entre Conte e Mourinho que deu uma esfriada. As última declarações foram amenizadas e o foco mudou dos treinadores, pelo menos até o jogo entre eles no fim de fevereiro. A repercução foi tão grande e negativa para ambos que a bola dos dois foi baixada e eles voltaram a falar só de futebol mesmo com as insistentes perguntas sobre o assunto que foram ignoradas ou deixada de lados pelos dois comandantes.

No mercado da bola o City desistiu oficialmente de contratar Alexis Sanchez do Arsenal e com isso o United volta sua carga para contar com o jogador que também é observado pelo Chelsea. Com a eminente saída de Sanchez, o time de Wenger quer Aubameyang. Mignolet deve sair do Liverpool por dois motivos, sonho de ir a Copa e críticas pesadas por parte da torcida e imprensa, só não se sabe se ainda nesta janela de transferência ou no meio do ano.

Chelsea mira Richarlison e procura um atacante, pois Morata não está dando conta do recado e já recebe críticas da torcida e por boa parte da imprensa Londrina. Já no mercado internacional Cristiano Ronaldo está insatisfeito no Real Madri e com isso surge a forte possibilidade dele voltar ao United, tudo é ainda recente e apenas especulações, nada concreto, mas se as coisas não melhorarem em Madrid talvez tenhamos a volta do CR7 para o United ao fim desta temporada.

Coutinho todos já sabem, deixou o Liverpool e foi para o Barcelona, a maior negociação dessa janela e a segunda maior da história do futebol. Todos acharam que o Liverpool estaria em péssimos lençois e ninguém apostaria a favor do time de Klopp, mas quem apostou se deu muito, mas muito bem, já que na Inglaterra as casas de apostas são liberadas e você encontra uma com muita facilidade, apostar é fácil por lá.

Já a partida, como sempre acontece nos grandes jogos da Premier foi um show de bola. Acho engraçado que a cada jogo grande na Premier League todos os comentaristas afirmam que “esse” foi um dos melhores jogos da temporada. Acho que é redundante falar isso, já que sempre temos jogos muito bons. Então deixa eu falar um pouco do que foi a partida. Primeiro tempo foi equilibrado com a defesa do Liverpool surpreendentemente segura, mesmo com o gol tomado.

Já a partida, como sempre acontece nos grandes jogos da Premier foi um show de bola. Acho engraçado que a cada jogo grande na Premier League todos os comentaristas afirmam que “esse” foi um dos melhores jogos da temporada. Acho que é redundante falar isso, já que sempre temos jogos muito bons. Então deixa eu falar um pouco do que foi a partida. Primeiro tempo foi equilibrado com a defesa do Liverpool surpreendentemente segura, mesmo com o gol tomado.

Uma ou outra substituição feita no time de Manchester e uma certa calma no jogo aliado a fraca defesa do Liverpool fez com o City ainda fizesse dois gols e quase empatar bo último lance da partida. O jogo mostrou duas coisas: Primeiro que o City não deve errar e jogar mais dessa maneira nesta temporada. Guardiola deve acertar o time e isso deve ser útil até para a Champions League onde um esse desses pode ser fatal.

Segundo que existe vida em Liverpool sem o Coutinho. O time estava vem arrumado como sempre foi e aparentemente não sentiu falta do jogador formado na base do Vasco.

A defesa sempre preocupa, mas com isso o torcedor já está acostumado. Firmino e Salah agora são os homens de frente do time de Klopp e parece que devem dar conta do recado com uma variação tática interessante, flutuando pelos lados e trocando de posições em certos momentos do jogo para confundir a marcação e se projetar rápido para o ataque com um grande pode de definição.

Esse é o novo-velho Liverpool que deve encontrar mais problemas contra times pequenos e fechados, já que uma das caracteristicas de Coutinho era abrir jogas e procurar espaços das defesas adversárias.

Nos outros jogos da rodada nada muito o que comentar depois desse belo jogo. O Chelsea ficou no empate em casa e caiu uma posição. Conte saiu bem irritado com a equipe que não consegue marcar gols. Mesmo com o 0x0 foi um ótimo jogo de assistir. Tottenham deu show e Kane comandou mais uma goleada.

Arsenal perdeu, o que não é mais novidade e o United venceu bem em outro belo jogo que poderia muito bem ter sido 3 x 3 se não fosse a boa atuação do goleiro do United.

 

 

É isso… a cada semana mais uma forte emoção de acompanhar esse que é a melhor liga do mundo!!!

Tabela da Premier League

Por Argentino Duarte

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.