O Bar da Capivara – As memórias etílicas de uma capivara levemente alcoolizada – Bar Enchendo Linguiça – T1E23

Salve, salve minhas lindas capivaras boemias.

Olha o Paladino de volta com a coluna Capinight nesse sábado.

O bar da capivara vai nos levar para o Grajaú,  para um dos bares mais conhecidos da região, no começo da Avenida Engenheiro Richard.

As memórias etílicas de uma capivara levemente alcoolizada irão nos levar para o Bar Enchendo Linguiça.

Meus amigos, esse é um dos bares que eu mais gosto de parar em um fim de semana à tarde, apesar de estar sempre cheio, os garçons sempre dão um jeito de arrumar uma mesinha, você não fica na mão.

Em um desses sábados de sol, após a gravação do especial de Halloween do Bebendo com a Capivara no Mestre Cervejeiro do Grajaú, levei o Fabio Araújo e o Rod Torres para conhecerem a casa e o seu prato principal, o joelho de porco assado.

Se tem uma coisa que me tira do sério é esse Joelho de Porco, uma verdadeira delícia.

Sabe aquelas máquinas de assar frango na padaria, então, eles assam o joelho em uma máquinas dessas.

Sou capaz de passar horas parado, olhando para aquelas belezinhas assando, observando a pele pururucar, atingindo a coloração perfeita, a gordura se desfazendo , deixando a carne mais macia, praticamente um verdadeiro voyeur da baixa gastronomia.

Pedimos um joelho assado e uma porção de batata frita para acompanhar. Para beber, abrimos a guarda e experimentamos a cerveja Império, que estava na promoção.

Vou te falar que só sobrou o osso do joelho de porco, as tigelas e a garrafa. Se desse mole, ainda levava o osso para casa e usava para temperar o feijão do almoço de domingo. Com certeza ia dar um gostinho bem especial.

Como a galera estava faminta, continuamos com a nossa saga e pedimos uma porção de Linguiça Croc, que também é uma loucura gastronômica.

São linguiças fritas, envolvidas em batata chips, servidas com 3 tipos de molho, barbecue, mostarda e sour cream.

Taquiopariu, que parada boa, meus amigos. Isso ferra com a vida de qualquer gordinho. Linguiça e batata chips, juntas, dividindo o mesmo palito. Se isso for um sonho, por favor, me deixem dormir por mais uns três dias, pelo menos.

Acho que nem preciso falar que a tigela voltou completamente vazia para a cozinha.

Ficamos ali, bebendo uma cervejinha bem gelada, batendo um papo animado e vendo a vida passar bem devagarinho.

Esse é o verdadeiro estilo de vida do Paladino da Boemia, meu amigos, o verdadeiro estilo.

 

Senhor Editor Geral, por favor, coloca o nosso selo bacana oficial para o bar Enchendo Linguiça.

 

 

Bar Enchendo Linguiça

Avenida Engenheiro Richard, 2 – Grajaú

Rio de Janeiro – RJ

21 2576-5727

https://www.facebook.com/enchendolinguica.bar/

 

 

Pessoal, eu vou ficando por aqui.

Até o próximo Bar da Capivara.

Se tiver alguma sugestão, reclamação, observação, recado ou apenas quer me convidar para um chopinho, fique à vontade para usar a caixa de comentários no fim da página.

Um beijão do Paladino

Marcelo Soido Paz

@marcelosoidopaz_

@acapivaradeucria

#paladinodaboemia

#bardacapivara

#capinight

#acapivaradeucria

www.acapivaradeucria.com.br

https://www.facebook.com/capivaradeucria

https://www.instagram.com/acapivaradeucria/

https://www.youtube.com/channel/UCmCLEvuxICD-NqwOP8Zo43w?view_as=subscriber

 

 

capinight

Eu, o paladino da boemia, sou carioca, solteiro, taurino, flamenguista, espírita, quarentão, compositor de samba enredo e agora colunista. Morador de Vila Isabel, mas com o Grajaú eternamente no coração, jura trazer para todas as capivaras queridas as melhores boas da noite e aquelas resenhas esperta sobre bares e festas. Vem comigo, que no caminho eu explico !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.